segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Em Castro: Programa Bom Negócio forma 124 empreendedores



Ao longo de 2013, foram desenvolvidas três turmas em Castro



Na última semana, 42 empreendedores que participaram da terceira turma do Programa Bom Negócio Paraná concluíram as atividades. A cerimônia de conclusão de curso aconteceu no Centro da Juventude e contou com a participação do secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Rodrigo Morais da Silva e do vice-prefeito Marcos Bertolini (foto). Em 2013, o programa capacitou três turmas em Castro, totalizando 124 empreendedores atendidos.
O programa oferece cursos de capacitação e consultoria a micros, pequenos, médios e informais empreendedores, atendendo sempre que necessário o crédito subsidiado através do Banco do Empreendedor, da Fomento Paraná.
O curso tem duração de 66 horas aula, com conteúdos aplicados ao pequeno empreendimento. Ao todo, são cinco módulos, onde são trabalhados os assuntos referentes à gestão financeira, gestão de negócios, gestão comercial, gestão de pessoas e gestão estratégica. Os participantes ainda contam com serviços de consultoria empresarial.
O Programa Bom Negócio Paraná disponibiliza aos empreendedores capacitação, consultoria e acompanhamento, melhorando a gestão das empresas e contribuindo para a sustentabilidade dos negócios em cada região, sempre preservando o perfil dos empreendimentos de cada localidade. O programa tem a participação das prefeituras e entidades empresariais, estando sob a responsabilidade da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).
O projeto envolve professores e acadêmicos dos cursos de Administração, Ciências Contáveis e Ciências Econômicas da UEPG. As aulas são divididas em módulos presenciais e mais horas de consultorias prestadas por profissionais e acadêmicos bolsistas.
Em outra fase do programa, o empresariado tem acesso a crédito via Banco do Empreendedor, que tem o objetivo de viabilizar a oferta de crédito em condições adequadas para empreendedores de micro e pequeno porte, suprindo uma das principais necessidades das empresas, que é ter recursos para realizar os investimentos requeridos em seus empreendimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grata por sua mensagem!