quinta-feira, 15 de maio de 2014

Em Castro: caminhada alerta sobre abuso sexual de crianças e adolescentes

 Ação acontece na sexta-feira (16), em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Vitrine da Tibagi Motos destaca o tema. Divulgação/ Pref. Municipal de Castro
A Secretaria Municipal da Família e Desenvolvimento Social promove na sexta-feira (16) passeata de mobilização em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data lembrada em 18 de maio. 
A caminhada está programada para acontecer às 13h30, com concentração em dois pontos distintos, para facilitar a participação da comunidade: um grupo sai da Vila Rio Branco, saindo do Centro da Juventude Wallace Thadeu de Mello e Silva e outro sai da Prefeitura de Castro. Os dois grupos seguem com destino ao Parque Lacustre.
Neste ano novamente o trabalho envolveu escolas estaduais e particulares e empresários. A proposta era que o assunto fosse desenvolvido nas salas de aula. Para completar o trabalho, diversas lojas cederam suas vitrines para que as turmas pudessem decorá-las, trabalhando o tema da campanha. Uma das empresas que participou foi a Tibagi Motos, que teve a vitrine decorada pela Associação dos Deficientes Físicos de Castro (ADF).

ATENDIMENTO
Em 2013,o Creas Aconchego realizou o atendimento a 35 crianças e adolescentes que foram vítimas de abuso ou exploração sexual. Neste ano, já foram atendidos nove casos. O Creas atende vítimas encaminhadas pelo Conselho Tutelar e outros órgãos. O objetivo é orientar, proteger e acompanhar crianças e adolescentes vítimas de abuso e suas famílias. Denúncias de exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes podem ser feitas pelo Disque 100 e 181, ao Conselho Tutelar - 3906-2106 ou 9971-3633 - e ao Creas Aconchego, no 3906-2080.
Agora Castro também conta com a Rede de Enfrentamento à Violência. A Rede foi implantada neste ano através da Lei 2822/2012 - que alterou a Lei 175/2008 – e reúne profissionais de diversos setores que discutem as situações de violência no município e formas de enfrentamento. As reuniões são mensais, na primeira segunda-feira do mês, no Centro de Convivência Padre Lívio Donati. Informações sobre a Rede podem ser obtidas no 3906-2102.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grata por sua mensagem!