quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

HOJE: planos integrados de Castro terão segunda audiência pública



Está marcada para as 18 horas da próxima quinta-feira (18), no Teatro Bento Mossurunga, a segunda audiência pública dos Planos Integrados do Município de Castro, compostos pelo Plano de Desenvolvimento de Castro, Revisão do Plano Diretor e Plano de Mobilidade. O trabalho é desenvolvido pela Prefeitura de Castro, em parceria com a Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar). 
Na audiência será apresentada uma síntese dos principais gargalos para o desenvolvimento de Castro referentes aos três planos, bem como as potencialidades que serão aproveitadas para melhorar a qualidade de vida de seus habitantes. 
Ainda durante o encontro, serão colocadas para debate as propostas – abrangendo questões de ordenamento territorial, desenvolvimento social e econômico, conservação do meio ambiente e gestão pública – serão submetidas ao debate pelos participantes da audiência. Assim, tais propostas poderão ser complementadas ou modificadas a partir das contribuições realizadas pela população. “Com o crescimento que Castro vem alcançando, precisamos planejar o desenvolvimento da cidade nos diferentes setores. E, estes planos são um importante legado que deixamos para a próxima gestão, pois consistem em diretrizes e ações que deverão ser adotadas para organizar a cidade e promover seu desenvolvimento de forma saudável, pensando sempre na qualidade de vida da população”, frisa o prefeito Reinaldo Cardoso. 

PLANOS 
O Plano de Desenvolvimento é uma exigência da Lei Orgânica do município, mas até o momento ainda não havia sido elaborado. Esse plano tem como objetivo traçar caminhos para aproveitar as potencialidades econômicas, reduzir gargalos e as diferenças socioeconômicas entre os bairros e comunidades rurais do território municipal, além de propor ações para melhorar a integração de Castro à rede de cidades dos Campos Gerais.
O Plano Diretor, aprovado em 2006, passa por um processo de revisão, obedecendo a Lei Federal do Estatuto da Cidade e a própria lei do Plano Diretor, que exige uma avaliação aprofundada do instrumento a cada 10 anos. Esse Plano abrange a área urbana e a área rural, traduzindo as diretrizes do Plano de Desenvolvimento para o território. Terá como resultado um plano de ação, prevendo investimentos plurianuais em projetos e ações prioritárias. Também proporá modificações no conjunto de leis que definem diretrizes importantes para a cidade, como por exemplo, o zoneamento de uso e ocupação do solo.
Já o Plano de Mobilidade, por sua vez, tem como objetivo promover a acessibilidade e qualificar as condições urbanas de mobilidade incluindo o transporte não motorizado (pedestres, ciclistas, veículos de propulsão humana e veículos de tração animal), transporte motorizado (coletivo, taxi, escolar, fretamento, individual e privado) e transporte de bens, mercadorias e serviços. Também resulta em plano de ação e legislação pertinente. 
As diretrizes preliminares do Plano de Desenvolvimento e da Revisão do Plano Diretor foram submetidas a uma consulta pública nos meses de dezembro e janeiro. O diagnóstico dos planos e as propostas de intervenção na realidade de Castro podem ser acessadas no site da Prefeitura - www.castro.pr.gov.br/index.php/sugestao


Mais informações:
Secretaria de Desenvolvimento Urbano – (42) 2122-5062
Funpar – (41) 3360-7413

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grata por sua mensagem!